PROJETO PIM: conheça a iniciativa

02 de Agosto de 2019

No dia 21 de julho, a iniciativa ‘Periferia Inventando Moda’ apresentou ao público o resultado do seu trabalho de democratização da moda através do ‘IX PIM’ - MODELO NÃO É CABIDE, que aconteceu no CEU Paraisópolis. Referência em moda inclusiva, o projeto capacita e qualifica profissionais da cultura e da moda por meio da criatividade e autoestima. Nos juntamos a esta edição como uma das principais apoiadoras, reforçando nossa premissa de empregar práticas positivas e de impacto social na indústria da moda.

Projetos como esse contribuem para mudanças efetivas no mercado, conectando a comunidade com a indústria. A participação da Vicunha na iniciativa reafirma o nosso compromisso em abrir espaço e criar oportunidades para o desenvolvimento criativo e profissional de novos talentos da moda”, afirma Francisco Gonzalez, Coordenador de Marketing da Vicunha.

No line-up, todas coleções levaram artigos Vicunha, como visto nos desfiles das marcas Dona Genoveva, Flor do Gueto, Afroperifa, Rhrythim, Szmid, Dellum e ALX. Entre os destaques, a sarja tecnológica Tech apareceu em diferentes possibilidades de cores, com sobreposições de amarelo e vermelho; além do denim Drift - lançamento da linha Athletic - e Italy, de toque ultramacio.

                                        LNF_3248.JPG

                                                                      Base Tech

 

LNF_3308.JPGLNF_3315.JPG

                                                             Dona Genoveva (Base Laura)

 

                                     LNF_3324.JPG

                                                    Dona Genoveva (Base Laura)

 

                                     LNF_3419.JPG

                                                                  Mix tecidos

 

Confira outras iniciativas de impacto social que apoiamos:

Há 10 edições, a Vicunha apoia o Concurso Moda Inclusiva, que visa estimular jovens estilistas a pensarem em soluções funcionais na moda, respeitando as limitações físicas de pessoas com deficiência e propondo novas soluções em vestuário.

A Vicunha também acredita e investe em diferentes iniciativas com foco no desenvolvimento humano na região Nordeste, onde estão instaladas suas fábricas. Um deles é o Projeto Pescar, que visa abrir espaço para a formação pessoal e profissional de adolescentes de baixa renda em suas próprias dependências, encaminhando-os, depois, ao mercado de trabalho.

Outra iniciativa é a Industria do Conhecimento, desenvolvida em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e o Serviço Social da Indústria (SESI). O programa direciona investimentos para empresas selecionadas previamente, como a Vicunha, com o objetivo de capacitar e preparar pessoas para trabalhar no meio industrial.