SPFW N48: Vicunha aponta intervenções têxteis como tendência nas passarelas

24 de Outubro de 2019

Entre os dias 13 e 18 de outubro, a Vicunha trouxe seu universo jeanswear para a 48º edição do SPFW, marcando presença na passarela de consagradas apresentações do line-up como AMAPÔ, Another Place, Gloria Coelho e Neriage; nas coleções dos estreantes Angela Brito e Isaac Silva; e também com o apoio à AÕ, Korshi01 e Lucas Leão, pelo Projeto Estufa.

Essa edição se destacou pelos acabamentos diferenciados e recortes assimétricos, através de intervenções na superfície das bases; e as sobreposições que também ficaram em evidência, principalmente nos looks das marcas estreantes, que trabalharam com camadas e contraste de tecidos fluídos e robustos.

Acabamentos Diferenciados

Nesta temporada, as marcas buscaram ressignificar os tecidos através de tingimentos e lavagens, como a Amapô, que trouxe o Bradley – denim 100% algodão e de visual original – como protagonista do desfile. Por sua resistência que permite uma imensa possibilidade de intervenções, as estilistas Pitty e Carô selecionaram o artigo para aplicar uma lavagem tipo stonewash, seguido pelo processo de tingimento, alcançando um acabamento de fundo texturizado, com pigmentos de cor por cima. Já Glória Coelho propôs uma nova interpretação para a versátil Haiti Plus, sarja originalmente em tom bege apresentada em prata, com aspecto metalizado e brilhante, oferecido pela aplicação de uma pelica prateada.

 

2 - Bradley _10_.jpg     Haiti Plus _3_.jpg

                                 Bradley                                                                          Haiti Plus

Assimetria

Também no denim, a Another Place, marca que buscou inovar tanto no formato da sua apresentação, como na coleção, escolheu o artigo Pine da linha Absolut Eco –que reduz em até 95% o consumo de água e até 90% o consumo de químicos – para criar texturas mesclando o verso e o avesso do tecido, além de trazer recortes assimétricos para as peças. Por possuir matéria-prima reciclada em sua composição e pela ausência de tingimento, Pine é a solução para quem busca a união da sustentabilidade e do visual autêntico. Outra base aplicada na coleção foi a sarja Ice Breeze – também trabalhada em recortes, dessa vez em P&B – que possuí uma tecnologia inovadora da Sensil® que confere um frescor na peça, pela combinação de secção transversal especialmente projetada para dias de calor intenso, o que permite uma ventilação eficiente e proteção UV, diminuindo a temperatura corporal.

 

16 - Line e Pine.jpg      12 - Ice Breeze.jpg

                                     Pine                                                                         Ice Breeze

Sobreposições

Os estreantes desta edição foram Angela Brito e Isaac Silva, que trabalharam com sobreposições, sob interpretações diferentes. Brito apostou no artigo Husky, sarja que recebeu uma nova proposta pela estilista ao aplicá-lo do lado avesso em shapes de alfaiataria e de recortes assimétricos, como uma referência a corsets desestruturados. Já Isaac focou no crepe 100% viscose Evian, leve e maleável, através de looks fluídos e em camadas, por meio de calças, camisas, saias, bermuda, vestidos e blusas alongadas, mostrando a versatilidade do artigo.

 

Husky _3_.jpg      17 - Stacy e Evian.jpg

                                Husky                                                                                Evian

 

Saiba mais sobre os artigos através da sessão de produtos